6 dúvidas sobre o coletor menstrual que toda mulher tem


Menstruar é algo natural, mas nem por isso as mulheres deixam de se sentir desconfortáveis durante um período de cada mês. Além das cólicas, o desconforto com os absorventes são normais, seja por alergias ou pela sujeira que não dá para evitar. Já criaram até uma calcinha que dispensa o tal tampão, mas a mais recente aposta mesmo é o coletor menstrual.

Por ser muito recente ainda entre as rodas de assunto da mulherada, o coletor menstrual ainda causa estranheza. Como todo mundo sabe, ele é de uso interno e, por mais inseguro que pareça ser, cumpre muito bem o papel de coletar o sangue da menstruação.

Além disso, o uso do coletor menstrual contribui para o meio ambiente, já que ele é totalmente lavável e reaproveitável, contendo o descarte de quilos de absorventes por aí. Não parece perfeito? Bom, nem tanto assim.

Muita gente ainda tem medo do coletor menstrual, da forma que ele fica no corpo, se pode ou não trazer problemas à usuária e assim por diante.

Confira, abaixo, 6 dúvidas sobre o coletor menstrual que toda mulher tem:

1. Como colocar o coletor menstrual?

A primeira coisa a ser feita é dobrar o objeto, depois é só inseri-lo, como você faria com um absorvente interno. Quando estiver mais profundo, termina de empurrar o coletor. Se o encaixe estiver correto, ele faz um barulhinho e se abre.

2. Quanto tempo o coletor menstrual costuma durar?

Em média, o tempo de duração do coletor menstrual é de 5 a 10 anos, dependendo da forma de higienização do objeto.


3. E como higienizar o coletor menstrual?

Para manter seu coletor menstrual limpo durante o uso, é preciso lavá-lo com sabão neutro e água fria. Ao final de cada ciclo, no entanto, recomenda-se que a mulher o higienize com água fervente.

4. De quanto em quanto tempo o coletor menstrual precisa ser esvaziado?

Para ficar sempre limpinha, é preciso tirar e lavar o coletor de a cada 12 horas. No entanto, se o fluxo for intenso, esse período pode cair para cada 6 horas de uso.

5. Vou ficar com cheiro forte?

Não exatamente. Assim como no caso dos absorventes, a mulher percebe o cheiro da menstruação na hora de se limpar. No entanto, como não há contato do sangue com algodão ou com oxigênio, o odor é bem menos intenso no caso dos coletores menstruais.

6. Posso ter alguma doença ou infecção por causa do coletor menstrual?

No caso da candidíase, se a mulher tiver pré-disposição e não fizer a higienização correta do coletor menstrual é possível que o problema apareça ou se agrave. Mas isso porque os fungos que a causam adoram umidade e calor e seriam ativados também em outras situações, como no caso de uma mulher que passe muito tempo com um biquíni molhado, por exemplo.

Por outro lado, se os cuidados necessários com a limpeza pessoal e do objetos forem tomados, o coletor menstrual não pode causa quaisquer infecções.