Diferenças entre hidratar, nutrir ou reparar os cabelos


Para ter cabelos bem hidratados, nutridos e saudáveis é preciso uma boa dose de dedicação. Afinal, no dia a dia os fios estão constantemente expostos ao vento, à poluição, além dos tratamentos químicos, do uso de secador, chapinha de babyliss.

Tudo isso danifica os cabelos, deixando-os desidratados, fazendo-os perder vitaminas e necessitar de reparação. Mas para hidratar, nutrir ou reparar os cabelos não basta apenas um tipo de tratamento, porque não é tudo a mesma coisa.

Veja qual é a diferença entre cada um desses tratamentos que vão devolver toda a vida, brilho, força e maciez aos fios.

1. Hidratar

A hidratação é a reposição de água para os fios ressecados pelo vento, pelo sol, piscina, chapinha e secador. Quando você retira água em excesso e não repõe, os fios ficam opacos e quebradiços, como a pele que se enruga quando não está hidratada. Essa etapa é essencial para que os cabelos recebam o tratamento da nutrição.

2. Nutrir

Nutrir os cabelos significa devolver a eles os lipídios, que são as gorduras naturais que mantêm os fios macios e com brilho. Não quer dizer oleosidade em excesso, apenas a quantidade necessária para ter fios saudáveis da raiz às pontas.

Junto com os lipídios, os cabelos também vão receber os nutrientes que estão em falta, e para que esses nutrientes sejam absorvidos, os cabelos já precisam estar hidratados, pois é essa umidade da hidratação que vai segurar a nutrição.

3. Reparar

A reparação, também chamada de reconstrução, é um tratamento que, assim como o nome sugere, vai reparar as áreas mais danificadas dos cabelos. Nessa etapa são usados os produtos com queratina, creatina e arginina, que são as proteínas fortalecedoras dos fios.


Mas para isso, é importante que os fios estejam sendo nutridos e hidratados, pois faz parte do processo de reconstrução e dá a base para que os produtos reconstrutores funcionem como esperado.

Qual a ordem certa de cada tratamento?

Cada cabelo necessita de um tipo de tratamento em quantidade e frequência específica, conforme a situação em que se encontra. Mas para todos os casos existe um cronograma capilar ideal.

Esse cronograma consiste em montar uma tabela com dias exatos para hidratar, nutrir ou reparar os cabelos. De modo geral, a hidratação é feita uma vez por semana.

A nutrição pode ser feita também semanalmente ou com menor frequência, dependendo da necessidade dos fios. E a reconstrução é feita especialmente quando os fios estão elásticos, muito quebradiços, danificados de verdade. Esse processo deve ser feito com muito cuidado, pois em excesso pode causar o efeito contrário.

Então, para hidratar, nutrir ou reparar os cabelos, o ideal é sempre ir ao seu cabeleireiro de confiança para que ele determine um cronograma capilar para o seu cabelo. Esse cronograma deverá ser seguido à risca para que tenha os efeitos esperados.

Mas para ter uma ideia, a ordem padrão de um cronograma consiste em um tratamento com duração de um mês, fazendo duas hidratações por semana, uma nutrição por semana e uma única reconstrução. Deve-se esperar pelo menos 48 horas entre um tratamento e outro para que os fios tenham tempo de absorver e metabolizar todos os produtos.