O que é melhor: compressa quente ou fria?


É comum recorrer às compressas quando queremos aliviar dores no corpo, de todos os tipos. Elas também são usadas para conter o inchaço ou sangramento causado por uma pancada.

Mas você sabe quando optar por uma compressa quente ou fria? Cada uma age de uma forma sobre o local afetado e por isso precisam ser usadas para a finalidade correta ou o efeito poderá ser contrário. Veja só:

Compressa quente ou fria: quando usar cada tipo?

A compressa fria é recomendada para o caso de lesões, contusões, traumas ou entorses, que imediatamente após a pancada irão inchar. Também pode ajudar em tendinite ou após uma corrida, caso haja dor no joelho ou tornozelo. A finalidade da compressa fria é reduzir a temperatura do local afetado, diminuindo o fluxo de sangue e também a dor.

Aplicando a compressa fria logo que o acidente acontecer, em alguns minutos ocorrerá uma vasodilatação de artérias e veias mais profundas, o que inibe o aparecimento de hematomas ou edemas e reduz o risco de inflamação no local.

É recomendado manter a compressa fria por alguns períodos de tempo ao longo das primeiras 48 horas em que o acidente ocorreu, sem usar compressa quente.

A compressa quente deve ser utilizada para relaxar os músculos, aliviar dor de furúnculo, cólica, torcicolo, dores nas articulações e dor na coluna. No caso de uma lesão, contusão, trauma ou entorse, só após 48h de compressa fria é que inicia-se o uso de compressa quente.

O efeito da compressa quente é reduzir a dor, a tensão muscular, dilatar os vasos sanguíneos e ajudar a relaxar, além de promover melhora nos movimentos, caso estes estejam sendo dificultados por dor ou inchaço.

Compressa quente: como fazer?

Uma das formas de fazer compressa quente sem precisar ficar em contato com a água molhando a região é pegar uma fronha limpa e enchê-la com um 1 quilo de arroz ou feijão crus (ou outro grão).


Amarre bem a fronha e leve para aquecer no micro-ondas por 3 a 5 minutos. Tire e espere que fique em uma temperatura suportável para não queimar a pele. Aplique no local da dor durante 15 a 20 minutos por 3 ou 4 vezes ao longo do dia.

Compressa fria: como fazer?

Para faze compressa fria vale lembrar que ela também pode causar queimadura na pele, então não deve-se colocar o gelo diretamente em contato com o local. Se quiser uma compressa que se molde para aplicar em toda uma região com curvas, como joelho ou tornozelo, pode usar um simples saco plástico de cozinha com pedras de gelo soltas dentro.

Se por acaso elas grudarem uma na outra enquanto estão no congelador é mais fácil soltá-las com pancadas leves. Aplique no local durante 15 a 20 minutos, usando uma toalha fina para não deixar o gelo direto em contato com a pele por 3 a 4 vezes ao longo do dia.

Dica: Faça compressas naturais

Se você já foi cuidado ou pediu recomendação da sua mãe ou avó quando precisou de uma compressa quente ou fria é provável que elas tenham usado a dica das compressas naturais muito utilizadas antigamente e até hoje para o corpo absorver os benefícios das plantas.

Consulte um médico

Independentemente do tipo ou motivo de dor, inchaço ou qualquer que seja o sintoma, procurar um médico é fundamental para ter o diagnóstico e tratamento corretos.

O uso de compressa quente ou fria é a penas uma medida complementar e não deve substituir a consulta a um especialista. Cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.