Os 8 melhores alimentos para anemia


Sintomas como fadiga, palidez, tontura, batimentos cardíacos acelerados e falta de ar podem indicar que você sofre precisa dos alimentos para anemiaEssa doença é caracterizada pelo baixo número de hemácias e glóbulos vermelhos do sangue, além de um teor de hemoglobina abaixo do normal.

Existem várias causas para o problema, que é bastante comum, sendo a principal a deficiência de ferro no organismo. O tratamento é feito não só com remédios e acompanhamento médico, mas também com consumo de alimentos ricos nesse mineral.

8 Alimentos para anemia

Dados da Organização Mundial da Saúde, apontam que a prevalência da anemia ultrapassa os 50% nas crianças até quatro anos de idade em países em desenvolvimento. Caso do Brasil, onde estudos regionais com crianças de várias idades apontam variação de 28% a 68%.

Qualquer pessoa possa sofrer da doença, mas as crianças são vítimas comuns devido principalmente à dificuldade na introdução alimentar, fase entre os nove e 12 meses de vida, quando os pequenos deixam de consumir somente leite materno.

A falta de ferro explica a anemia nesses casos. Veja quais são os alimentos que suprem essa demanda.

1. Carne vermelha

A carne vermelha tem maior quantidade do mineral em comparação às outras carnes. Além disso, em relação aos vegetais e até suplementos, o ferro de origem animal é absorvido mais facilmente pelo organismo.

A carne bovina tem, em média, 50% a 60% de ferro heme (presente em alimentos de origem animal) e 60% a 70% de ferro inorgânico. Só não pode consumir exageradamente, pois em longo prazo a carne é um facilitador para problemas cardíacos, colesterol alto e até câncer.

2. Fígado de boi e de galinha

Não adianta fazer cara feia, pois esses são alguns dos principais alimentos para anemia. A concentração de ferro é tanta que uma pequena porção de fígado já aumenta os níveis de hemoglobina no sangue.

Pode substituir a carne vermelha no cardápio, mas somente uma vez por semana para não prejudicar a saúde. Três colheres de sopa ou 100 gramas são suficientes.

3. Feijão

A cada 100 gramas o feijão fornece cerca de 5 mg de ferro, além de ácido fólico e vitamina C, que aumentam os níveis de hemoglobina e facilitam a absorção do mineral. O feijão tipo rajado é ainda melhor: fornece até 18 mg a cada 100 gramas!

A dica é deixar o feijão de molho por uma hora antes de cozinhar para liberar os fitatos, o que permite uma melhor absorção do ferro e evita cólicas intestinais. O grão de bico exerce função semelhante e é um bom substitutivo.

4. Vegetais e verduras de folhas escuras

A regra é clara: quanto mais escura a folha maior a concentração de ferro na verdura ou vegetal. O espinafre é o melhor exemplo e conta ainda com vitamina B12, ácido fólico e vitamina A, essenciais na formação das hemácias.

Uma porção de 100 gramas conta com 0,4 mg do mineral. A mesma quantidade de couve fornece 0,5 mg, de alface são 0,4 mg, de agrião até 3,1 mg e coentro até 81,4 mg. Outras boas opções são brócolis, escarola, cominho e rúcula.


5. Beterraba

Docinha, a beterraba está entre os melhores alimentos para anemia tanto pela alta concentração de ferro quanto pela alta taxa de vitamina C, essencial para boa absorção do mineral pelo organismo.

No entanto, todos esses nutrientes estão presentes principalmente no talo, que pode ser consumido em sucos, sopas e saladas. Vale destacar que a beterraba não deve ser consumida em excesso, pois é rica em açúcar.

6. Farinha de soja

A farinha de sopa concentra cerca de 13 mg de ferro em uma porção de 100 gramas. Para quem está em tratamento contra anemia, ela é uma boa opção para substituir a farinha branca de pães, bolos e tortas.

7. Castanha de caju

Snack saudável e nutritivo, você pode consumir até quatro unidades da castanha torrada por dia, pois ela concentra 5,2 mg de ferro em 100 gramas.

8. Gema de ovo

A gema de ovo tem pouco mais de 2 mg de ferro quando crua e cerca de 1 mg quando cozida. É uma boa opção para substituir a carne vermelha, pois também é rica em vitaminas A, D e do complexo B, além de cálcio, ácido fólico e ômega-3.

Outras formas de combater a anemia

Mudanças de hábito se fazem necessárias quando se fala de combate à anemia e outras doenças. Veja dicas do que fazer para prevenir esse problema.

Aumente a ingestão de vitamina C

A vitamina C é um facilitador, ou seja, torna mais fácil a absorção do ferro pelo organismo. Dessa forma, inclua na dieta as frutas cítricas, como laranja, kiwi, morango e goiaba sob a forma natural ou em sucos.

Uma boa sugestão é tomar um suco de limão antes da refeição ou espremer a fruta por cima da carne e da salada.

Diminua o consumo de inibidores

O lado oposto dos facilitadores é formado por fitatos, fibras, cafeína, sais de cálcio e outros, que tornam a absorção do ferro mais difícil.

É por isso que você deve deixar o feijão de molho para eliminar os fitatos, diminuir a ingestão de café e laticínios e não consumir tanto alimentos ricos em fibras quando estiver tratando a anemia.

Tempere com semente de gergelim

Em forma de óleo ou crua, a semente de gergelim é rica em ferro: em 100 gramas você encontra 5,4 mg. Use para temperar saladas e pratos, e se preferir dê um toque de limão para facilitar a absorção do mineral.

Fuja das bebidas alcoólicas

O álcool causa irritação nas mucosas do estômago e prejudica a absorção de ferro e ácido fólico. É bom evitar seu consumo durante o tratamento e ingestão de alimentos para anemia.

Loading...