Unhas Encravadas: Mitos e Verdades


Se você já teve uma unha encravada, sabe que começa com um desconforto e pode acabar transformando-se numa dolorosa infecção que precisa de tratamento médico. De acordo com Podólogos, mais de 5% da população brasileira sofre com unhas encravadas. Porém, ainda assim, muitas pessoas ainda têm ideias equivocadas sobre o tratamento desse problema.

O que é uma unha encravada? 

Quando os cantos das unhas se dobram e crescem dentro da pele do dedo, acontece a unha encravada. O resultado é pressão, coceira, inchaço e dor. Em muitos casos, a unha fura a pele, podendo levar a uma infecção. Em casos extremos, pode ser necessário uma intervenção cirúrgica.

As principais causas de unhas encravadas são:
Hereditariedade: Unhas encravadas parecem ser características passadas adiante entre gerações da mesma família.

Unhas aparadas de forma errada: Cortar as unhas muito curtas pode fazer com que a pele cresça sobre ela.

Uso de calçados de tamanho inadequado: Calçados apertados podem empurrar as unhas para baixo e para dentro da pele.

Trauma no dedo: Quando um dedo do pé sofreu um trauma, a unha pode começar a crescer encravada.

O estado da unha: Infecções por fungos podem levar ao encravamento da unha.

Mitos & Fatos:

Mito: Fazer pedicure a cada 2 –  4 semanas tratará com eficácia  as unhas encravadas.
Fato: Apenas um Podólogo possui licença  para tratar do problema de unhas  encravadas.


 

Mito: Cortar as unhas bem curtas fará com que não cresçam encravadas.
Fato: Cortar as unhas muito curtas pode  levá-las a encravarem. É melhor cortá-las  retinhas nas pontas e só.

 

Mito: Tratamentos caseiros garantem que unhas encravadas desapareçam.
Fato: Muitos casos de unhas encravadas infeccionadas são resultado de “tratamentos caseiros”.

 

Mito: O tratamento com um Podólogo é doloroso.
Fato: Podólogos utilizam anestésicos locais e o tratamento é indolor.

Algumas sugestões sobre como proceder em casa:

1. Coloque seus pés de molho em água morna com sal por 15 minutos, duas vezes por dia. Certifique-se de secar bem os pés ao retirá-los da água.

2. Use apenas calçados que não apertem seus dedos. Sapatos apertados empurrarão as unhas para dentro dos dedos, piorando a situação.

3. Se o dedo com a unha encravada estiver muito inchado e dolorido, tente, delicadamente, afastar a pele do dedo em volta da unha. Pode ser que saia um pouco de pus. Neste caso, aplique uma solução desinfetante (água oxigenada para curativos, serve) e use um cotonete para aplicar um creme ou pomada com antibiótico.

Importante: Em caso de unha encravada infeccionada, procure um Podólogo assim que possível.

Loading...